Panulirus argus

janeiro 20th, 2009

panulirus-argus

Foto: GUIMARÃES, C. R. P 

Panulirus argus

 

  

  

Classificação

Reino: Animalia

Filo: Arthropoda

Subfilo: Crustacea 

Classe: Malacostraca

Ordem: Decapoda

Família: Palinuridae

Gênero: Panulirus

Espécie: Panulirus argus

 

 

Descrição da espécie

Carapaça com fortes espinhos longitudinais mais ou menos regulares, espinhos supra-orbitais grandes, comprimidos e curvados para cima e para a frente. Olhos grandes e proeminentes. Antênulas quase 2/3 do comprimento do corpo, com flagelo externo mais curto e grosso do que o interno, ciliado distalmente. Segmento antenal com par de espinhos na frente. Antenas grandes e pesadas, pedúnculos com vários espinhos fortes e com pequena sub-quela na quinta pata. Abdome liso, com somitos cruzados por sulcos interrompidos no meio. Pleópodos ausentes no primeiro somito abdominal. Divisão proximal do télson com alguns fortes espinhos. Abdome com manchas ocelares amareladas.

 

  

panulirus-argus-3
Foto: GUIMARÃES, C. R. P.
Panulirus argus

 

Distribuição Geográfica

Atlântico Ocidental – Carolina do Norte até a Flórida, Bermudas, Golfo do México, América Central, Antilhas, norte da América do Sul e Brasil (Fernando de Noronha, Rocas e do Pará até São Paulo), Atlântico Oriental – África (Costa do Marfim).

 

Distribuição local

Como a costa do estado de Sergipe não possui costão rochoso, estes indivíduos são capturados ocasionalmente.

 


Biologia

Vive em recifes, entre as rochas, esponjas em crescimento ou entre coisas que lhe ofereçam proteção. Do entre-marés até 90 metros de profundidade. Espécie gregária, vivendo em grupos.

 


Nome Popular

Lagosta espinhosa, lagosta comum, lagosta verdadeira.

 


Importância Econômica

Esta é a espécie de lagosta de maior valor comercial em todo o Atlântico Ocidental. É capturada principalmente com armadilhas e com pequenas redes manuais. É comercializada fresca ou congelada e é amplamente exportada.


 panulirus-argus-2

Foto: GUIMARÃES, C. R. P.
Panulirus argus



Texto escrito por: Juliana F. V. Munduruca



Referências Bibliográficas:

 

CERVIGÓN, F.; CIPRIANI, R.; FISCHER, W.; GARIBALDI, L.; HENDRICKX, M.; LEMUS, A. J.; MÁRQUES, R.; POUTIERS, J. M.; ROBAINA, G. & RODRIGUEZ, B. Guia de campo de las especies comerciales marinas y de aguas salobres de la costa septentrional de Sur America. Roma: Organizacion de las Naciones Unidas para la agricultura y la alimentacion, 1992.

 

MASTALLER, M. Resumo da literatura sobre conceitos do uso de áreas de mangue, com referência especial para a aqüicultura artesanal. IBA

 

RUPERT, E. E. & BARNES, R. D. Zoologia dos invertebrados. 6. ed. São Paulo: Roca, 1996.

 

 

VOLTAR

Trackback URI | Comments RSS

Deixe sua opinião